Boas vindas

Os Tamborins Estão Tocando!

Caro visitante,  Estamos finalmente, com uma reformulação do blog em curso! Depois de quatro anos, com mudança de gerenciador e remane...

Animação a Serviço do Estado: O imaginário presente nos desenhos animados para campanha de saúde e higiene durante o regime militar no Brasil (1972-1979)

Tese de Doutorado
(indexada pela 1ªvez em 6/1/2012)
Nome: Marcelo Gonçalves Ribeiro
Instituição: PUC-Rio 
Programa: 
Orientador: Denise Berruezo Portinari
Ano: 2004
País: Brasil

Resumo
A pesquisa tem por escopo um estudo do imaginário  presente  nos desenhos animados que fizeram parte da campanha de  saúde, higiene e vacinação promovida pelo Governo  Federal,  veiculada na mídia e nas escolas do país. Esta Campanha, realizada pela Assessoria de Relações Públicas do  Governo,  criou as personagens Sujismundo, Sujismundinho e Doutor  Prevenildo e foi exibida em dois momentos distintos, na  gestão dos Presidentes Médici (1969-1974) e Geisel (1974- 1979), durante a vigência do Regime Militar no Brasil.  Embora estes filmes vinculem-se a um período específico  da  vida nacional, em alguns aspectos, suas características se assemelham a outras criações que fizeram parte da  literatura brasileira. Mais especificamente, as imagens  dos  desenhos animados evocam um imaginário que permaneceu ao  longo de décadas representando uma marca, uma impressão na memória da sociedade brasileira. Esta dissertação visa  contribuir, portanto, para uma reflexão acerca do  imaginário social brasileiro, considerando as contradições existentes na sociedade, principalmente no que se refere  à  política e ao poder do país, e a repercussão destes fatos  na criação das animações no período do Regime Militar.

Palavras-chave: animação, desenho animado, monteiro lobato, mito da marginalidade, ditaduraitica

Para o texto completo, clique aqui!