Pagina inicial

Caro Amante E Estudioso da Arte Animada

Estamos Na Estrada! Completamos 18 meses de uma costante alimentação do nosso animado INDEX, onde tivemos apoio da Professora Dra. Índia Ma...

Censura e o Cinema de Animação: A influência da censura no conteúdo do cinema de animação a partir da análise de Betty Boop


Trabalho de Conclusão de Curso

Nome: Robinson Augusto Mendes Queiroz
Instituição: 
UFPel - Universidade Federal de Pelotas
Programa: Curso Cinema de Animação - Centro de Artes
Orientadora: André Luis Porto Macedo
Ano: 2014
País: Brasil

Resumo
Esse artigo tem como objetivo demonstrar como os conselhos de censura influenciaram os rumos tomados pelo cinema de animação. Partindo de uma análise da era pré-censura, podemos perceber que a falta de regulamentação proporcionava grande liberdade artística aos estúdios e animadores, permitindo abordar vasta gama de assuntos, muitas vezes polêmicos. Isso mudaria com o Hays Office e a implantação de um código de censura, causando grande impacto em toda a indústria do entretenimento até os dias atuais, e contribuindo para o aparecimento de outras temáticas narrativas e o surgimento de um novo olhar do público com relação ao cinema de animação.

Palavras-chave: Cinema de animação, censura, Betty Boop, Infantilização, Hays office, TCC.


Abstract
This article aims to demonstrate how boards of censorship influenced the directions taken by the animated film. Based on an analysis of pre-censorship era, we can see that the lack of regulation provided great artistic freedom to animators and studios, allowing addressing wide range of subjects, often controversial. That would change with the Hays Office and the implementation of a code of censorship, causing great impact on the entire entertainment industry to the present day, and contributing to the emergence of other types of thematic narratives and the raising of a new view of the public regarding the animated film.


Para o texto completo, clique aqui!