Boas vindas

Os Tamborins Estão Tocando!

Caro visitante,  Estamos finalmente, com uma reformulação do blog em curso! Depois de quatro anos, com mudança de gerenciador e remane...

O Double Coding na Animação: a construção do desenho animado contemporâneo para adultos e crianças

 

Artigo Acadêmico
(indexado pela 1a. vez em 30/01/2013)


Autoras: Luciana Andrade Gomes e Laura Torres S. dos Santos
Instituição: UFMG em Intercom - Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação
Publicado em: XXX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Santos – 29 de agosto a 2 de setembro de 2007.
Ano: 2017
País: Brasil

Resumo

O desenho animado contemporâneo, produzido na perspectiva da indústria
cinematográfica, desenvolveu, a partir das inovações tecnológicas, formas de linguagem
e concepções narrativas que abrem espaços para novas possibilidades de recepção, tanto
no universo infantil como no adulto, expandindo o leque de espectadores de uma mesma
obra. A partir das teorias do Double Coding, postulada por Jenkins e adaptada por
Umberto Eco, e ironia intertextual, dirigimos nossas indagações ao campo da narrativa
cinematográfica, problematizando as estratégias de linguagem dos desenhos animados
contemporâneos e sua relação com os diferentes leitores-modelos. Para isso, vamos
analisar, neste artigo, desenhos animados comerciais e de longa-metragem,
principalmente a trilogia “Shrek”.

Palavras-chave: Desenho Animado, Intertextualidade, Double Coding



Para o texto completo, clique aqui!