Boas vindas

Os Tamborins Estão Tocando!

Caro visitante,  Estamos finalmente, com uma reformulação do blog em curso! Depois de quatro anos, com mudança de gerenciador e remane...

Hayao Miyazaki, O Mestre Oriental

Artigo em Revista On-line
(indexada pela 1ªvez em 10/08/2014)
Nome: Gordeeff
Revista: Educação Pública
Instituição: Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro
Ano: 2010
País: Brasil

Resumo
Não é de hoje que os desenhos animados japoneses fazem sucesso no Brasil. Desde a década de 1960, séries como Astroboy, Speedy Racer e A Princesa e o Cavaleiro abriram caminho para essa invasão oriental, que se espalhou pelos principais canais de televisão do mundo.

Isso se deu não somente por fatores econômicos – a indústria de mangá (quadrinhos japoneses) e de animação foram as indústrias que tiveram seus desenvolvimentos estimulados no pós-guerra – mas também pelas histórias e pelo visual característico, mas diferenciado, do sistema norte-americano de produção, com suas piadinhas e gags. No geral, apresentam heróis carismáticos, comprometidos com uma moral, com uma ética de conduta, com senso de responsabilidade admiráveis – talvez isso explique parte do sucesso. Sempre com olhos grandes, expressivos, estilo influenciado pelos desenhos de mangá de Osamo Tezuka (criador de Astroboy), os personagens japoneses são sempre rodeados por acontecimentos muitas vezes sobrenaturais, como maldições, espíritos, fadas e bruxarias – influência de questões culturais e religiosas. [...] .

Palavras-chave: Hayao Miyazaki, Animação Japonesa

Para o texto completo, clique aqui!