Boas vindas

Os Tamborins Estão Tocando!

Caro visitante,  Estamos finalmente, com uma reformulação do blog em curso! Depois de quatro anos, com mudança de gerenciador e remane...

Legendar e Distribuir: O fandom de animes e as políticas de mediação fansubber nas redes digitais

Dissertação de Mestrado
 
Nome: Krystal Cortez Luz Urbano
Instituição: UFF - Universidade Federal Fluminense 
Programa: PPGCOM - Programa de Pós-graduação em Comunicação 
Orientador: Afonso de Albuquerque 
Ano: 2013
País: Brasil

Resumo
Esta dissertação investiga as práticas do fandom on-line de animes dando enfoque particular ao circuito alimentado pelos fansubbers e seu sistema de colaboração que consiste na tradução, legendagem e distribuição informal de produtos audiovisuais da Ásia oriental, geralmente animes – como são conhecidos os desenhos animados japoneses no universo das redes digitais. A partir de uma etnografia com agentes envolvidos na atividade de tradução e distribuição destes produtos, o trabalho analisa de que modo o envolvimento ativo e afetivo dos fãs brasileiros de animes, conjugados às transformações ocorridas nos últimos anos nos campos social, cultural, econômico e tecnológico permitiu a configuração de uma cadeia intermediária de discussão, (re) produção e consumo de animes nas redes digitais. Artesanalmente mediada por esses fãs dedicados e especializados, que não se contentam com o que lhes é oferecido pelo mercado oficial, a comunidade fansubber brasileira constitui-se, sobretudo, como lócus privilegiado de circulação de animes, mas também atua como um espaço social de contestação e de divergências sobre as políticas que envolvem a circulação e a distribuição desse produto no país. Em particular, a presente pesquisa busca refletir sobre as políticas ativas e plurais que norteiam a atividade colaborativa dos fansubbers e que, por sua vez, denunciam uma disputa por capital subcultural própria a esses fãs em suas comunidades on-line

Palavras-chave: fandom, animes, mediação, capital subcultural, fansubbers

Para o texto completo, clique aqui!