Boas vindas

Os Tamborins Estão Tocando!

Caro visitante,  Estamos finalmente, com uma reformulação do blog em curso! Depois de quatro anos, com mudança de gerenciador e remane...

Os Cativantes Personagens da Pixar: Um estudo sobre as técnicas de desenvolvimento de personagens dentro da Pixar Animation Studios

Trabalho de Conclusão de Curso

Nome: Felipe Souza Gomes Lima
Instituição: UFF - Universidade Federal Fluminense 
Programa: Curso de Cinema e Audiovisual 
Orientador: Antônio Moreno e Daniel Pinna
Ano: 2017
País: Brasil

Resumo
A pesquisa busca explorar o desenvolvimento de personagens nos filmes da Pixar Animation Studios. Nas últimas décadas, a empresa estabeleceu novos padrões para a indústria de animação, revolucionando o modo de produção de filmes animados. Foi pioneira ao lançar o primeiro longa-metragem animado em computação gráfica, Toy Story, em 1995. A animação por computador é hoje lugar-comum entre os grandes estúdios estadunidenses. O maior destaque da Pixar, porém, não provém de especificidades técnicas e sim de sua primazia artística. Além de visuais deslumbrantes, a casa demonstra enorme desenvoltura em desenvolver tramas profundas e tocantes que são protagonizadas por personagens muitas vezes falhos e facilmente relacionáveis com o público. A capacidade da empresa em cativar o espectador é tamanha que acabou levando a Walt Disney Company a adquiri-la em 2006. O trabalho analisa a trajetória do estúdio a partir de um apanhado geral de seus filmes, desde seu primeiro curta em 1984 até os lançamentos de 2016, se concentrando nas duas bases da concepção do personagem animado: sua composição visual e seu desenvolvimento dentro da trama. A partir da análise da estruturação tradicional de roteiro dos filmes da Walt Disney Animation, a pesquisa pontua o que a Pixar segue e no que ela se difere nessa tradição. Por fim, o trabalho irá cruzar as informações levantadas em busca de uma delineação das técnicas utilizadas pelo estúdio para criar personagens únicos e cativantes.

Palavras-chave: animação, Pixar, Walt Disney, narrativa, design de personagens, empatia

Para o texto completo, clique aqui!