Pagina inicial

Caro Amante E Estudioso da Arte Animada

Estamos no nosso 3o. ano de constante alimentação do nosso animado index, AdA, onde tivemos o apoio da Professora Dra. Índia Martins (UFF),...

Educação Infantil, Cultura Visual e Subjetividade: Desenhos animados na formação de valores multiculturais

Dissertação de Mestrado


Nome:  Ana Silvia Medeiros de Sousa Rocha
Instituição: Universidade Federal de Goiás / UFG - Faculdade de Artes Visuais
Programa: Programa de Pós-Graduação em Arte e Cultura Visual
Orientador: Wanderley Alves dos Santos 
Ano: 2021
País: Brasil


Resumo
O presente trabalho, inscrito na linha de pesquisa Práticas Escolares e Aplicação do Conhecimento do Programa de Pós-Graduação em Ensino na Educação Básica (PPGEEB), do Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação (CEPAE), na Universidade Federal de Goiás - UFG, apresenta como título “Educação Infantil, Cultura Visual e Subjetividade: Desenhos Animados na Formação de Valores Multiculturais”. Tem como problema da pesquisa as seguintes questões: Como a subjetividade da criança é trabalhada a partir dos desenhos animados utilizados na Educação Infantil? Eles contribuem para sua formação multicultural? De forma geral, pretende-se elucidar, junto a outros elementos que marcam a vida e os modos das crianças de se relacionarem na sociedade contemporânea, como o desenho animado interfere na formação da subjetividade e contribui para a formação multicultural da criança de cinco anos, num Centro Municipal de Educação Infantil de Goiânia (CMEI). É sabido que a utilização de desenhos animados como recurso didático demanda um papel ativo do professor, em que este deve fazer a interpretação do filme com o aluno, procurando desvelar os conceitos e valores que sustentam a trama apresentada, o que poderá ajudar no desenvolvimento do raciocínio, da postura crítica e da autonomia de pensamento (CASTRO, 2001). Sendo assim, o primeiro passo foi escolher os desenhos animados que seriam utilizados para esta pesquisa. Foram pesquisadas produções tanto nacionais quanto internacionais, que de alguma forma abordaram o universo e a realidade das crianças, assim como o aspecto multicultural. O critério de escolha das crianças foi estarem matriculadas em CMEI, no último ano. Foram encontrados dois filmes de animação para compor esta pesquisa, são eles: Kiriku, os homens e as mulheres, Kiriku e a Feiticeira. As manifestações, as expressões das crianças sobre conhecer o desenho animado foram acompanhadas numa perspectiva interacionista em Vygotsky e na abordagem da Cultura Visual e da Subjetividade. A pesquisa abriu espaços para que as crianças do agrupamento de cinco anos e os profissionais desse agrupamento tivessem uma imersão nos desenhos animados expostos em sala e como consequência, teve-se as impressões de leitura de imagens iniciais. O projeto foi desenvolvido durante um mês, pois devido à propagação do COVID-19, as atividades do CMEI foram suspensas a partir de 17 de março de 2020, conforme decreto municipal (Dec. 751 de 24 de março de 2020), fechando as intuições de ensino. Como Produto Educacional foi apresentado um Roteiro Didático, contendo a estrutura necessária para desenvolver aulas com a utilização de filmes na Educação Infantil em CMEIs, a partir das experiências vividas em sala de aula. Para alcançar os objetivos definidos neste trabalho, procederam-se as análises dos dados à luz da matriz teórica da Teoria Histórico-Cultural em Vygotsky (1991), o qual desenvolveu estudos que demonstravam a mediação do social no desenvolvimento das funções psicológicas superiores. Outros estudiosos também compuseram a base teórica de sustentação da proposta, tais como: Lüdke e André (1986), Vygostksy (1991), Hall (2003), Cunha (2005), Martins (2010), Hernández (2010), entre outros. 

Palavras-chave: Educação Infantil; Cultura Visual; Subjetividade; Desenhos Animados na formação de Valores Multiculturais, Dissertação.

Abstract
The present work, enrolled in the research line School Practices and Application of Knowledge of the Postgraduate Program in Teaching in Basic Education (PPGEEB), from the Center for Teaching and Research Applied to Education (CEPAE), at the Federal University of Goiás - UFG , presents the title “Child Education, Visual Culture and Subjectivity: Cartoons in the Formation of Multicultural Values”. The research problem has the following questions: How is the child's subjectivity worked from the cartoons used in Early Childhood Education? Do they contribute to child multicultural background? In general, it was intended to elucidate, along with other elements that mark the life and ways of children to relate in contemporary society, how animated cartoons interferes in the subjectivity formation and
contributes to the multicultural formation of the five year old child, in a Goiânia Municipal Center for Early Childhood Education (CMEI) (CASTRO, 2001). Therefore, the first step was to choose the cartoons that would be used for this research. Both national and international productions were researched, which somehow addressed the universe and reality of children, as well as the multicultural aspect. Two animation films were found to compose this research, they are: Kiriku, men and women, Kiriku and the Sorceress. The criterio for choosing the children was to be enrolled in a CMEI, in the last year. Both manifestations and children's expressions about knowing the cartoon were followed in an interactionist perspective in Vygotsky and in the approach of Visual Culture and Subjectivity. The research opened spaces for the children in the five-year-old group and the professionals in that group to have an immersion in the cartoons displayed in the classroom and, as a consequence, there were the impressions of reading the initial images. The project was developed for a month, due to the spread of COVID-19. CMEI’s activities were suspended from March 17, 2020, according to municipal decree (Dec. 751 of March 24, 2020), closing the teaching intuitions. As an Educational Product, a Didactic Guide was presented, containing the necessary structure to develop classes in Early Childhood Education in CMEIs, based on the experiences lived in the classroom. In order to achieve the objectives defined in this work, data analysis was carried out in the light of the theoretical matrix of Historical-Cultural Theory in Vygotsky (1991), who developed studies that demonstrated the mediation of the social in the development of higher psychological functions. Other scholars also formed the theoretical basis for the proposal, such as: Lüdke and André (1986), Vygostksy (1991), Hall (2003), Cunha (2005),  Martins (2010), Hernández (2010), among others. 
.

Keywords:  Early Childhood Education; Visual Culture; Subjectivity; Cartoons in the formation of Multicultural Values.



Para o texto completo, clique aqui!