Boas vindas

Os Tamborins Estão Tocando!

Caro visitante,  Estamos finalmente, com uma reformulação do blog em curso! Depois de quatro anos, com mudança de gerenciador e remane...

O Menino e o Mundo: Quando o filme de animação emerge da poética do gesto entre o visual e o audiovisual

 

Artigo Acadêmico
(indexado pela 1a. vez em 05/03/2016)


Autoras: Carla Schneider e Vivian Herzog
InstituiçãoUniversidade Federal de Pelotas, UFPel
Publicado em: Orson - Revista dos Cursos de Cinema do CEARTE, ed. 6, pp. 142-153.
Ano: 2014
País: Brasil

Resumo

O Menino e o Mundo (Alê Abreu, 2013) é um filme de animação que tem sua origem em anotações visuais e sonoras que foram compondo, intuitivamente, o quebra-cabeça da narrativa. Neste artigo, as autoras apresentam seus olhares sobre a poética do gesto nos modos de produção dessas imagens. Para tanto, seguem uma trama metodológica que entrecruza elementos da linguagem visual e audiovisual; entre o senso espacial bidimensional e tridimensional; entre superfícies como o papel e a tela digital, entre formas simples e a percepção sincrética..

Palavras-chave: Cinema de animação, linguagem visual, linguagem audiovisual, poética do gesto


Abstract

O Menino e o Mundo (Alê Abreu, 2013) is an animated film that has its origin in visual and audio annotations that were composing, intuitively, the puzzle of the narrative. In this article, the authors present their perspectives on the poetics of gesture in the modes of production of these images. To do so, follow a methodological plot that intertwines elements of visual and audiovisual language; between two-dimensional and three-dimensional spatial sense; between surfaces like paper and digital screen between simple shapes and syncretic perception.

KeywordsFilm animation, visual language, visual, poetic language of gesture


Para o texto completo, clique aqui!